Parar os treinos: qual o impacto para o corpo e a mente? 1

Parar os treinos: qual o impacto para o corpo e a mente?

O sedentarismo pode ser perigoso mas, para um atleta (mesmo amador), parar de treinar pode ter impactos físicos e psicológicos bastante intensos. Venha descobrir qual o impacto de deixar de treinar e as razões pelas quais é importante manter uma regularidade na atividade física.

A procura por um corpo saudável e tonificado tem levado cada vez mais pessoas a adotar rotinas saudáveis no seu quotidiano. Entre as escolhas comuns podemos destacar a escolha de produtos alimentares orgânicos e mais saudáveis, a inscrição em clubes de fitness e ginásios ou a contratação de personal trainers.


Com esta nova tendência, totalmente ancorada numa “ideologia fit”, a verdade é que cada vez mais modalidades de treino ganham um espaço no quotidiano das pessoas, havendo práticas tão diversas quanto corrida, pilates, HIIT, treinos calisténicos, crossfit, yoga ou treino funcional.


Seja qual for a opção, a verdade é que muitas pessoas encontram a principal motivação nas aulas coletivas do ginásio. Isso faz com que, no confinamento, perante normas que impelem ao distanciamento social e que implicam o fecho dos clubes, muitas pessoas acabam por desistir dos treinos ou, pelo menos, por pará-los temporariamente.


Os especialistas da área da saúde e do fitness têm insistido para que, mesmo nas suas casas, as pessoas mantenham uma regularidade na prática de atividades que combatam o sedentarismo e ajudem a manter a forma ao longo do tempo de confinamento; intensificando ainda a saúde com a integração de uma alimentação saudável e suplementos como os produtos de CBD, que contribuam para uma rotina mais sadia.


De facto, os efeitos que uma paragem total dos treinos pode ter na vida de uma pessoa são diversos, havendo vários aspetos físicos e psicológicos a destacar.
Conheça alguns dos principais problemas e constrangimentos causados por uma pausa total dos treinos.

Parar os treinos: qual o impacto para o corpo e a mente? 2

1. Diminuição da resistência e da força

Segundo os estudos realizados, quando um atleta faz uma paragem total dos seus treinos, ainda que de curta duração, isto impacta na força física e na resistência.
Para que isto aconteça, segundo os dados conhecidos, basta que a paragem dure entre 10 e 30 dias.

2. Perda de massa muscular

A perda de massa magra ou massa muscular é outro dos problemas da paragem dos treinos e atividades físicas.
A construção muscular é um processo contínuo e que exige regularidade nas práticas que o promovem. Ainda que, no retorno aos treinos, possa recuperar com alguma agilidade a massa perdida, mediante processos de memória muscular, esta perda de músculo não é saudável para o organismo.

3. Tendência para engordar

A paragem dos treinos e o sedentarismo que frequentemente o acompanha promove, por norma, o aumento do peso ou, ainda que o peso não aumente devido à perda muscular, o aumento da percentagem de gordura no corpo.
Este tipo de efeito começa a manifestar-se, por norma, ao final de um mês sem treinos e tem efeitos nocivos para a imagem e para a saúde.

4. Desenvolvimento de emoções negativas

Parar de treinar modificará o seu sistema hormonal e é natural que hormonas como a endorfinas ou a serotonina existam em menor quantidade no organismo.
Isto faz com que sinta efeitos psicológicos que podem ir do mal-estar ou do mau humor até complexos problemas de stress, ansiedade ou depressão.

Votos: 13 | Pontuação: 4.7

No votes so far! Be the first to rate this post.

Partilhar este artigo
  • 4
    Shares

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *