Devemos "saltar" o pequeno almoço para perder peso? 1

Devemos “saltar” o pequeno almoço para perder peso?

“Não costumo tomar o pequeno almoço porque estou a fazer dieta”.

No geral esta estratégia raramente funciona para perder peso.

Saltar o pequeno almoço vai fazer com que o nosso organismo utilize o músculo como fonte de energia, para além disso vai baixar o metabolismo (kcal que o organismo queima em repouso) o que não facilita em nada a perda de peso.

O pequeno almoço é a refeição mais importante do dia pois vai quebrar o jejum nocturno.

A falta de tempo é muitas vezes apontada como a principal razão para não tomar o pequeno almoço, no entanto uma chávena de cereais com leite e uma peça de fruta, ou um iogurte líquido com uma torrada de pão de cereais não levam mais do que 10 minutos a preparar e a comer.

Um bom e nutritivo pequeno almoço deverá conter proteínas (hidratos de carbono complexos, vitaminas, minerais e gorduras saudáveis, que vão ajudar a equilibrar os níveis de açúcar no sangue e deixar sem fome toda a manhã.

Pequeno Almoço Para Perder Peso

Ao tomar o pequeno almoço irá aumentar os níveis de saciedade, evitando comer em demasiado ao longo do dia, isto é, se omitir-mos esta refeição vai implicar comer mais na refeição seguinte.

Se está a tentar perder peso aconselha-se a diminuir as calorias ingeridas ao dia nas refeições, através de uma selecção correta dos alimentos.

Diversos estudos demonstram que a maioria das pessoas que perderam peso, tomam o pequeno almoço todos os dias.

Não tomar o pequeno-almoço reduz a capacidade de atenção, de aprendizagem e de concentração de trabalho.

Em particular, as crianças em jejum ou insuficientemente alimentadas pela manhã mostram-se desatentas, agitadas, sonolentas e fracas evidenciando comportamentos desadequados.

Adultos e crianças que tomam um pequeno-almoço saudável são mais eficientes durante o dia de trabalho e escolar, respectivamente, em comparação com aqueles que não o fazem.

 

Consequências de não tomar pequeno-almoço:

  • Diminuição da capacidade de concentração e aprendizagem;
  • Promoção do aparecimento de diabetes e obesidade;
  • Ingestão alimentar excessiva na refeição seguinte;
  • Dores de cabeça, indisposição e suores;
  • Hipoglicemia (diminuição do açúcar no sangue);
  • Debilidade física e atraso cognitivo;
  • Desmaios (em casos extremos).

Após uma noite a dormir, passando várias horas sem comer, é importante consumir um pequeno-almoço equilibrado para repor os níveis de energia que o corpo perdeu durante a noite.

Para quem acorda sem apetite é importante estimulá-lo, ao longo de vários dias, até que se torne uma rotina.

Não se desculpe dizendo que não tem tempo para tomar o pequeno-almoço, ou de que compensará mais tarde.

Organize-se, não só para perder peso como também pela sua saúde.

Dicas para preparar o pequeno-almoço

1. Ponha a mesa para o pequeno-almoço no dia anterior;

2. Separe o que precisa para fazer o pequeno almoço (exemplo: cereais);

3. Quando for às compras verifique a informação nutricional para assegurar que está a fazer escolhas mais saudáveis;

4. Compre e congele pão, para ter pão fresco todos os dias. Basta tirar no dia anterior ou enquanto se arranja;

5. Mantenha opções que possa levar consigo, no caso excepcional de não poder tomar pequeno-almoço em casa.

Melhores alimentos para incluir no pequeno almoço:

Frutas.
Cereais integrais e frutos secos.
Pão integral.
Iogurte, leite magro ou bebidas vegetais com cálcio.
Chá, café ou infusões tonificantes.
Sumos sem açúcar e frescos (feitos na hora).
Mel, em vez de açúcar branco.

Faça o seu muesli caseiro

Ingredientes (por pessoa)

• Cereais de milho não açucarados

• Flocos de Aveia

• Sementes de girassol

• Pevides de abóbora

• Amêndoas descascadas com pele

Preparação:

Misture bem todos os ingredientes num recipiente que fique hermeticamente fechado e assim terá todos os dias ao seu dispor muesli caseiro;

Sirva-se de 5 colheres de sopa desta mistura e adicione ao leite, ou ao iogurte, e acompanhe com uma peça de fruta.

O resultado numa rotina desportiva

Da mesma forma que o nosso organismo recorre aos açúcares, um outro recurso energético muito recorrente é a proteína muscular.

Quer isto dizer que, para obter a energia que necessita, o nosso corpo recorre à sua proteína muscular, o que se pode traduzir numa redução da massa muscular e a uma redução do gasto energético em repouso.

Hoje em dia, a grande diversidade de produtos alimentares fáceis de utilizar e confeccionar existentes no mercado não justifica o prolongamento do “jejum nocturno” por mais horas, em alguns casos até hora do almoço.

Bons Treinos!

https://static.xx.fbcdn.net/images/emoji.php/v9/ta6/1.5/28/1f4aa.png - Perder Peso

Votos: 26 | Pontuação: 4.2

No votes so far! Be the first to rate this post.

Partilhar este artigo
  • 7
    Shares

1 thought on “Devemos “saltar” o pequeno almoço para perder peso?

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *