Como funciona o seu Metabolismo

Todo ser vivo gasta energia a todo o momento para manter as diversas actividades desempenhadas pelo organismo. As nossas células estão continuamente a trocar os seus átomos e componentes moleculares. Grande parte das substâncias celulares é degradada para que novas possam ser sintetizadas.

Esta actividade intensa de construção e desconstrução de substâncias é feita utilizando energia obtida através da degradação de nutrientes orgânicos. Essa dinâmica corporal que ocorre dentro de cada célula constitui o metabolismo, que em grego significa mudança.

A produção de novas substâncias a partir de outras substâncias mais simples, como a síntese de proteínas, formada por aminoácidos e as reacções que acarretam o armazenamento de energia, é conhecida como anabolismo. Um exemplo deste processo anabólico reside na síntese de proteínas dentro do tecido muscular a partir dos aminoácidos, e na formação de stocks de glicogénio por intermédio do agrupamento de moléculas de glicose.

Como funciona o seu Metabolismo

Como funciona o seu Metabolismo foto

O anabolismo necessita no seu processo de construção de uma oferta de energia e substratos (moléculas menores) adequados à velocidade de suas reacções. Desta forma, o anabolismo seria o processo responsável pelo crescimento, regeneração e manutenção dos diversos tecidos e órgãos presentes no organismo.

O processo de degradação de substâncias complexas em outras mais simples, como a quebra da molécula da glicose e a sua transformação em energia, água e gás carbono, é conhecido como catabolismo. O processo digestivo é um exemplo de catabolismo, uma vez que transforma macro nutrientes presente nos alimentos em micronutrientes absorvíveis. O catabolismo também ocorre quando o organismo está sem energia suficiente e busca a destruição dos seus próprios tecidos e reservas, a libertação de aminoácidos e glicose que serão convertidos em energia.

O metabolismo é regulado pelo sistema hormonal, sendo que os principais hormonas catabólicos são a adrenocorticotropina (ACTH) que ocasiona a secreção das hormonas glucocorticoides, dentre os quais figura o cortisol. As principais hormonas anabólicos são a hormona do crescimento (GH), a testosterona e a insulina.

Vale uma dica: O perigo de certas dietas rápidas é que a pessoa não perde apenas gordura, perde massa muscular e, perdendo massa muscular, ela altera o seu metabolismo, ficando no efeito sanfona. Para um correcto emagrecimento há a necessidade da diminuição na ingestão calórica e um acréscimo na actividade física. Após algum tempo o organismo acostuma-se a essa nova realidade, requerendo menos energia para as suas funções vitais, e assim, naturalmente o metabolismo estabiliza.

Não perca no próximo artigo 9 maneiras de aumentar o seu metabolismo!

Bons Treinos

Comentar

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *